Gerenciamento de redes sociais da sua empresa

Por mais absurdo que pareça, ainda há pessoas que acreditam que gerenciar redes sociais é uma atividade amadora.

“Meu sobrinho também mexe no Facebook”. “Achei um site que faz isso automaticamente”. “Ah, mas é só postar uma foto bonita e um textinho”.

Acredite, essas são algumas das frases mais ouvidas pelos profissionais de social media. Mas a verdade não poderia passar mais longe disso.

Fazer a gestão de redes sociais é uma atividade séria, que exige muito estudo e pode ser responsável pelo sucesso ou pelo o fracasso de uma empresa.

Uma estratégia completa de gerenciamento de redes sociais precisa de planejamento, análise de dados, expertise em produção de conteúdo direcionado, conhecimento de mídia paga e muito mais.

Se isso tudo parece muito complexo para você, não se preocupe. Continue lendo e torne-se um verdadeiro mestre jedi das plataformas sociais. May the force be with you!

O que é gerenciamento de redes sociais?

Para aqueles que não entendem bem a tarefa de gerenciamento de redes sociais, essa atividade não consiste apenas em publicar conteúdo regular em nas plataformas.

Apesar de gerir as redes sociais parecer um processo simples: fazer posts e publicá-los periodicamente, há várias outras etapas por trás de um bom perfil, que não ficam visíveis aos olhos do público.

Em outras palavras, é preciso desenvolver estratégias de marketing para conseguir atrair o público certo no momento exato e, assim, atingir o objetivo da marca.

No desenho Caverna do Dragão – saudades, TV Globinho! – havia um mago chamado Presto, cujo papel era usar a mágica para auxiliar o seu grupo de aventuras.

presto

Se você acompanhou a saga, sabe que o tal não tinha muito sucesso em suas artimanhas. Atrapalhado, seus truques quase sempre eram “engraçadinhos”, mas não tinham serventia nas batalhas.

É exatamente isso que ocorre nas mídias sociais. Ao considerar somente as métricas da vaidade, você consegue provocar algumas risadas, mas elas não são combustível para o negócio.

Antes de continuar, só uma observação: número de likes, comentários, curtidas e visualizações – os famosos números da vaidade – são importantes! Não estamos aqui desfazendo deles, ok?

Eles são indícios fortes de construção de marca. Mas, SOZINHOS, sem estarem atrelados à uma estratégia com métricas precisas de marketing, eles não fazem sentido.

Por que é importante fazer uma boa gestão de mídias sociais?

Bem, há várias respostas para essa pergunta, uma delas é competição!

As redes sociais são locais repletos de perfis, muitos deles comerciais, que estão em busca de crescimento. Mesmo um segmento menor, é bem provável que já existam alguns perfis do mesmo nicho nas redes sociais.

a única forma de se destacar é fazendo uma boa gestão das redes sociais, para conquistar os usuários e se diferenciar dos concorrentes.

Tem mais, você, como usuário, provavelmente se depara com uma quantidade enorme de conteúdos na sua timeline todos os dias. Agora pense como isso afeta uma marca.

Em meio a tantos conteúdos criativos, dinâmicos e atraentes, conseguir despertar a atenção do público não é fácil. É preciso manter-se atualizado e entender o comportamento dos usuários.

A importância do planejamento na gestão de redes se encaixa perfeitamente aqui, para planejar, você precisa entender onde, quando e como deve fazer as publicações.

Defina os canais

Instagram, Facebook, Twitter, Pinterest, YouTube, Tumblr, SnapChat, WhatsApp. Cada uma das redes sociais possui suas peculiaridades.

E, graças a isso, não há como afirmar que uma é melhor para negócios que outra. Há diversas variáveis, como público, objetivo e momento.

Para te ajudar a ter uma noção de cada uma delas, veja alguns dos propósitos desses canais:

Facebook: O Poderoso chefão

A maior rede social do mundo conta com mais de 2 bilhões de usuários ativos. Ela possui um algoritmo que aumenta o alcance de acordo com as interações dos usuários.

Por isso, a dica é criar posts cada vez mais engajadores e adequados à persona e aos objetivos do negócio.

Essa pequena frase, acima, é a coisa mais importante que você deve fazer no Facebook para ter resultados cada vez mais promissores.

Instagram: Papa-paparazzi

Focado em conteúdo visual, tem seu grande poder, mais de 60 milhões de fotos postadas por dia. O Instagram é um dos aplicativos queridinhos do público, com mais de 1 bilhão de usuários ativos.

Suas diversas funcionalidades permitem um alto nível de interação com usuários por meio de fotos trabalhadas, Stories e, mais recentemente, os álbuns, um prato cheio para a divulgação de produtos.

Twitter: Meu nome agora é Zé Pequeno

Também conhecido como microblog, o Twitter tem como principal característica a limitação de caracteres. Há algum tempo era um oásis para empresas, já que todas as postagens chegavam aos seguidores.

Atualmente, as pessoas têm a opção de escolher entre tweets mais relevantes ou em ordem cronológica.

Apesar disso, como o consumo do conteúdo é instantâneo, ainda tem muita força no país, com cerca de 41 milhões de usuários cadastrados em solo tupiniquim, segundo pesquisa da Semiocast.

LinkedIn: Why so serious?

Essa rede social é uma poderosa aliada para negócios, pois foi criada justamente para estabelecer relações profissionais.

O conteúdo publicado no LinkedIn é geralmente voltado ao business, ou seja, criar conexões que possam gerar parcerias benéficas para ambos os lados, seja em empresas B2B, B2C ou contratação de funcionários.

Atualmente, a rede social possui mais 43 milhões de usuários no Brasil, o que nos faz ser o quarto maior país no ranking mundial, atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia.

O que faz um gestor de mídias sociais?

O gestor de mídias sociais tem um papel fundamental no marketing, ele não fica só se divertindo com memes na Internet, como muita gente pensa!

Ele é responsável por criar estratégias de marketing para as redes sociais e por gerar resultados que aumentem a comunidade digital ao redor da marca.

Confira algumas atividades do seu dia a dia:

  • definir estratégias e campanhas para as redes sociais;
  • planejar conteúdo com foco na persona;
  • montar calendário editorial para redes sociais;
  • criar campanhas pagas nas redes sociais;
  • acompanhar as métricas e os indicadores;
  • apresentar relatórios de performance.

Dependendo do tamanho e da maturidade da área na empresa, o gestor pode trabalhar sozinho ou ter uma equipe. Com uma equipe, essas atividades são distribuídas, e é o gestor quem coordena todos os trabalhos.

Portanto, além das atividades acima, muitas vezes o gestor também precisa liderar a equipe, delegar tarefas e gerenciar projetos.

A Mundo Digital web e design conta com uma equipe de profissionais dedicados ao Gerenciamento de Redes Sociais. Converse com a nossa equipe, ficaremos felizes em ajuda-lo no crescimento da sua marca, produto e suas vendas.

Fonte: mLabs Software

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish